Espaços públicos para brincar no contexto das cidades contemporâneas

Larissa Leticia Andara Ramos, Layra Marques Paixão, Luciana Aparecida Netto de Jesus, Karla Moreira Conde

Resumo


Esta pesquisa tem como tema os espaços livres de uso público, com foco nos espaços para brincar e seu papel no desenvolvimento da infância, no enriquecimento sociocultural e na construção de cidades inclusivas, acolhedoras e que potencializem o ciclo completo da convivência urbana. Realiza, a partir de uma metodologia de avaliação pré-estabelecida, uma análise crítica dos espaços livres para práticas sociais, tendo como recorte a Regional Grande Aribiri, município de Vila Velha-ES, de modo a verificar como esses espaços estão incluindo as infâncias contemporâneas. Trata-se de uma pesquisa aplicada, de abordagem quanti-qualitativa, desenvolvida em quatro etapas metodológicas: contextualização; identificação e mapeamento; seleção e elaboração da metodologia de análise e avaliação dos espaços para brincar, por meio de indicadores organizados em quatro categorias: Proteção e Segurança; Conforto e Imagem; Acessos e Conexões; e Usos e Atividades. O artigo, além de apresentar a metodologia de avaliação proposta, discute a aplicação da mesma nas praças da Grande Aribiri, cujos resultados das análises auxiliam no melhor entendimento da interface entre as infâncias contemporâneas e a cidade, bem como indicam que as áreas mapeadas carecem de um novo olhar voltado a atender as reais necessidades das crianças.

Palavras-chave


Espaços livres de uso público; Espaços para brincar; Método de avaliação; Infâncias contemporâneas; Praças

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 16071: Playgrounds. São Paulo. ABNT, 2012.

ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro. ABNT, 2015.

BAUMAN, Zygmunt. Confiança e medo na cidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2009.

BERKE, Philip; GODSCHALK, David R.; KAISER, Edward J.; RODRIGUEZ, Daniel. Urban land use planning. 5th edition. Urbana: University of Illinois Press, 2006.

COTRIM, G. S. &; BICHARA, I. D. (2013). O Brincar no Ambiente Urbano: Limites e Possibilidades em Ruas e parquinhos de uma Metrópole. Psicologia: Reflexão e Crítica, 26(2), 388-395. Universidade Federal da Bahia, Salvador, Brasil.2013.

DIAS, Marina Simone. Em busca dos espaços públicos de brincar: um estudo das infâncias contemporâneas na cidade de Vitória-ES. In. Pós, Rev. Programa Pós-Grad. Arquit.Urban. FAUUSP. São Paulo, v. 25, n. 45, p. 102-117, jan- abr 2018.

HEEMANN, Jenifer; SANTIAGO, P. Caiuby. Guia do espaço público para inspirar e transformar. Mountain View (CA), USA, 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e estatística. Censo Demográfico, 2010. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/es/vila-velha.html. Acesso em: 10 mar.2019.

ITDP Brasil. Índice de Caminhabilidade. Ferramenta - ITDP, Versão 2.0. Rio de Janeiro, 2018.

MEDEIROS, Adriana Araujo et Al. Acessibilidade inclusiva no parque infantil arruda câmara, p. 739-750. In: Anais do VI Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído & VII Seminário Brasileiro de Acessibilidade Integral [=Blucher Design Proceedings, v.2 n.7]. São Paulo: Blucher, 2016.

NEW YORK. Department of City Planning New York. New York City Planning. New York. 2019. Disponível em: Acesso em: 14 jul. 2019.

OLIVEIRA, C. O Ambiente Urbano e a Formação da Criança. São Paulo: Aleph, 2004.

SARTORI, Gabriela Dias; ALVEZ, Fernando Donizete; SOMMERHALDER, Aline. A cultura lúdica infantil em parques públicos: Qual o espaço e tempo para brincar? Educação Unisinos. 19(3):401-408, setembro/dezembro 2015.

SEMPLA. Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão. Perfil socioeconômico por bairros. Revisão nº 02. Vila Velha – ES, Brasil, 2013.

VILA VELHA. Lei complementar nº 65 de 09 de novembro de 2018. Revisão decenal da lei municipal nº 4575/2007 que trata do plano diretor municipal no âmbito do município de vila velha e dá outras providências. Prefeitura Municipal de Vila Velha-ES. Vila Velha-ES, 2018.

VILA VELHA. Lei nº 4.707 de 10 de setembro de 2008. Institucionalização dos bairros nas Regiões Administrativas, os limites e a denominação dos mesmos e os critérios para organização e criação de bairros, no perímetro urbano do Município. Prefeitura Municipal de Vila Velha-ES, 2008.

WHYTE, William H. The Social Life of Small Urban Spaces. New York: PPS, INC., 1980.




DOI: http://dx.doi.org/10.17271/2318847285820202337



 

ISSN Eletrônico: 2318-8472    

Digital Object Identifier (DOI): 10.17271/23188472

 

Indexações:

                 


ÍNDICE H (GOOGLE SCHOLAR):

Índice h5 = 5

Índice h5 = Mediana 6


Metrics:

 

 

 Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.