O Novo Urbanismo e a Sustentabilidade Urbana: Avaliação do Projeto Bairro Granja Marileusa na Cidade De Uberlândia – MG

Anaísa Filmiano Andrade Lopes, Maria Eliza Alves Guerra

Resumo


Atualmente, buscam-se medidas eficientes em várias atividades produzidas pelo homem, inclusive na arquitetura, a adequação dessas cidades/bairros ou suas construções baseadas nos princípios do Novo Urbanismo auxiliam os arquitetos a empregarem critérios de sustentabilidade em seus projetos. Essa pesquisa objetiva realizar uma avaliação ex ante ou de projeto do Bairro Granja Marileusa da cidade de Uberlândia – MG, verificando como atende aos princípios do Novo Urbanismo. O procedimento metodológico foi pautado em análise bibliográfica, explanando definições sobre o tema. Posteriormente, realizou-se uma visita na Prefeitura Municipal de Uberlândia - Secretaria de Planejamento Urbano, que teve como finalidade fazer uma entrevista com a técnica/arquiteta responsável e a obtenção das leis e normas. A visita in loco na sede do Granja Marileusa teve como foco principal o levantamento de dados e informações a partir de documentações e da entrevista com responsáveis. Os resultados da avaliação do projeto apontam que o bairro privilegia a integração do usuário em relação ao local, voltando-se para os quesitos de sustentabilidade e qualidade de vida. Conclui-se que o projeto busca atender aos princípios do Novo Urbanismo, almejando diminuir os gastos de energia despendidos na mobilidade urbana, visando o encontro de pessoas e o chamado senso de comunidade. No entanto, recomenda-se para pesquisas futuras, a realização de uma avaliação ex post, ou Pós-Ocupação, para avaliar se as expectativas foram realizadas e se as metas realmente foram cumpridas. O resultado da avaliação Pós-Ocupação pode ser usado para resolver problemas do início do uso, sugerir pequenos ajustes ou melhorias profundas.

PALAVRAS-CHAVE: Novo Urbanismo. Sustentabilidade Urbana. Bairro Granja Marileusa. Uberlândia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17271/2318847275420202257

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

ISSN Eletrônico: 2318-8472    Digital Object Identifier (DOI): 10.17271/23188472

Indexações:

           

     


Metrics:

 

 Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.