Esgotamento Sanitário: O caso do Município de São Pedro

David Costa Monteiro, Christian Sartoreli, Tatiana Tucunduva Philippi Cortese, Fábio Ytoshi Shibao

Resumo


O presente artigo almeja rever as principais referências bibliográficas que cuidam do tema do Meio Ambiente e Esgotamento Sanitário, justamente sob o título “Esgotamento Sanitário: O Caso do Município de São Pedro”. O texto caminha por discutir o tema escolhido sob uma plataforma acadêmica interdisciplinar, valendo-se da Saúde Pública, Engenharia Sanitária, Direito Urbano, Meio Ambiente e outras disciplinas, sempre no âmbito das cidades, tendo, além deste conjunto teórico, o estudo de caso do município paulista de São Pedro — este que vem enfrentando a questão do tratamento de seu esgoto. O texto mostrará que o problema do esgotamento sanitário é assunto de extrema relevância, conquanto não se mostre como prioridade na maioria dos municípios no país, tendo por objetivo específico comprovar que a decisão política é fundamental para o alcance deste fim. Para tanto, adota-se a metodologia da revisão bibliográfica e estudo de caso no tocante ao procedimento, tendo por abordagem o caráter qualitativo. Os resultados mostraram que esse município, que tratava, até 2014, de 4,5% do esgoto que captava, passou a tratar 70% deste montante.

Palavras-chave


Meio Ambiente Urbano; Esgotamento Sanitário; Administração Pública Profissionalizada; Gerenciamento de Cidades.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSEMAE. Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento. Financiamento de investimentos em saneamento básico: relatório anual e medidas sugeridas para expansão sustentável. 2018. Disponível em: http://www.assemae.org.br/. Acesso em: 10 de janeiro de 2018.

BEVILACQUA LEONETI, Alexandre; LEÃO DO PRADO, Eliana; VALLE WALTER BORGES DE OLIVEIRA, Sonia. Saneamento básico no Brasil: considerações sobre investimentos e sustentabilidade para o século XXI. Revista de Administração Pública-RAP, v. 45, n. 2, p. 331-348, 2011.

CLASEN, T et al. Interventions to improve water quality for preventing diarrhoea. (Cochrane Review). In: The Cochrane Library, Issue 3. Oxford: The Cochrane, 2016.

DANTAS, Felipe von Atzingen; LEONETI, Alexandre Bevilacqua; OLIVEIRA, Sonia Valle Walter Borges de; OLIVEIRA, Marcio Mattos Borges de. Uma Análise da Situação do Saneamento no Brasil. FACEF - Pesquisa: Desenvolvimento e Gestão, v. 15, n. 3, p. 272-284, 2012.

DOYLE, Martin W.; DOUGLAS SHIELDS, F. Compensatory mitigation for streams under the Clean Water Act: reassessing science and redirecting policy. JAWRA Journal of the American Water Resources Association, v. 48, n. 3, p. 494-509, 2012.

DIEESE. Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos. Visão geral dos serviços de água e esgotamento sanitário no Brasil. Estudos e Pesquisas. Nº. 82., setembro, 2016.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em www.ibge.gov.br. Acesso em: 8 de janeiro de 2018.

GOOGLE IMAGENS. 2018. Disponível em www.googleimagens.com.br. Acesso em 9 de janeiro de 2018.

KERR, J.; EMOND, J.A.; BADLAND, H.; et al. Perceived Neighborhood Environmental Attributes Associated with Walking and Cycling for Transport among Adult Residents of 17 Cities in 12 Countries. The IPEN Study. Environmental Health Perspectives. v. 124, n. 3, p. 290, 2016.

KIELING-RUBIO, M. A.; BENVENUTI, T.; COSTA, G.M.; PETRY, C.T.; RODRIGUES, M.A.S.; SCHMITT, J. L.; DROSTE, A. Integrated Environmental Assessment of streams in the Sinos River basin in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Brazilian Journal of Biology, v. 75, n. 2, p. 105-113, 2015.

KONÉ, Doulaye. Making urban excreta and wastewater management contribute to cities' economic development: a paradigm shift. Water Policy, v. 12, n. 4, p. 602-610, 2010.

LAHOZ, Rodrigo Augusto Lazzari. Serviços Púbicos de Saneamento Básico e Saúde Pública no Brasil. Curitiba: Almedina, 2016.

MILARÉ, Édis. Direito do Ambiente. 10ª. Ed. São Paulo: RT, 2015.

MINAYO, M. C. S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 31. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

NAHAS, Maria Inês Pedrosa; HELLER, Léo. Indicadores para avaliação e monitoramento do direito humano universal à água e ao esgotamento sanitário na Agenda Global 2030: discussão teórico-conceitual. Centro de Pesquisas René-Rachou – Fundação Oswaldo Cruz. Belo Horizonte, Minas Gerais - VII Congreso de la Asociación LatinoAmericana de Población e XX Encontro Nacional de Estudos Populacionais, realizado em Foz do Iguaçu/PR – Brasil, de 17 a 22 de outubro, 2016.

NORONHA, Evanderson Camilo; PEREIRA, Hérico Felipe Bastos Pereira; ASSUNÇÃO, Daniele Soares de. Diagnóstico do Esgotamento Sanitário e Possíveis Impactos no Meio Ambiente e na Saúde dos Moradores do Bairro Nova República em Santarém, Pará. XI Congresso Nacional de Meio Ambiente de Poços de Caldas, 21 A 23 de maio – Poços de Caldas – Minas Gerais, 2014.

OKOLI, C.; SCHABRAM, K. A guide to conducting a systematic literature review of information systems research. Sprouts Work. Pap. Inf. Syst, v. 10, n. 26, p. 1-51, 2010.

PMSP. Prefeitura do Município de São Pedro. 2018. Disponível em www.saopedro.sp.gov.br. Acesso entre: 5 a 10 de janeiro de 2018.

SAAESP. Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro. 2018. Disponível em: www.saaesp.sp.gov.br/. Acesso em: 10 de janeiro de 2018.

SANTOS, Daniel Costa dos. Saneamento para Gestão Integrada de Águas Urbanas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2016.

TANEKAKA, Edilene Mayumi Murashita; CRUZ, Miguel Francisco da; CRUZ, Érika Mayumi Kato. Tratamento de Água e Esgoto: Estudo de Caso em um Município do Interior Paulista. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, v. 03, n. 17, p. 162-175, 2015.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: A Pesquisa Qualitativa em Educação. Atlas: São Paulo, 1995.

VENSON, Auberth Henrik; RODRIGUES, Karla Cristina Tyskowski Teodoro; CÂMARA, Márcia Regina Gabardo. Evolução da distribuição espacial do acesso aos serviços de saneamento básico nos municípios do Estado da Bahia, nos anos de 2006 e 2012. Ensaios FEE, v. 38, n. 1, p. 107-134, 2017.

WOLCH, Jennifer R.; BYRNE, Jason; NEWELL, Joshua P. Urban green space, public health, and environmental justice: The challenge of making cities ‘just green enough’. Landscape and Urban Planning, v. 125, p. 234-244, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.17271/2318847263720181747

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

ISSN Eletrônico: 2318-8472    Digital Object Identifier (DOI): 10.17271/23188472

Indexações:

           

     


Metrics:

 

 Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.