Inundações urbanas: um olhar para o planejamento urbano na revisão do plano diretor de Assú – RN, Brasil

Gilciane Kariny da Costa Frutuoso, Alfredo Marcelo Grigio, Terezinha Cabral de Albuquerque Neta Barros

Resumo


A cidade de Assú/RN, com ocupações próximas ao leito maior do rio Piranhas-Açu vem apresentando como resultando a ocorrência de problemas de inundações e alagamentos, trazendo transtornos tanto a cidade como a seus citadinos. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o processo de ocupação e a relação entre o planejamento urbano e as problemáticas relacionadas às inundações, mediante a avaliação do PD verificando se a confecção do PD integra-se ao Planejamento e Gerenciamento do Risco, considerando a bacia hidrográfica pela qual a urbanização se desenvolveu. A metodologia utilizou-se de consulta bibliográfica, documental, cartográfica, imagens históricas acerca das ruas que foram afetadas pela inundação e cruzando esses dados com as vias que apresentam problema de inundação/alagamento, identificação das tipologia de uso urbano com base nas imagens do Google Earth Pro para o ano de 2019 no software livre de geoprocessamento QGIS Desktop, versão 2.18, ‘Las Palmas’. Os resultados encontrados demonstram que 34,43 % da ocupação urbana é de do tipo uso residencial, do qual desses, 16,36% se encontram em áreas de inundação que corresponde ao leito maior do rio, o que demonstra a necessidade da elaboração de um plano de gerenciamento de risco, por se tratar de um importante instrumento para mitigar os efeitos danosos ocasionados por esses eventos, uma vez que esse Plano se torna um importante instrumento para mitigar os efeitos danosos dos eventos de alagamentos e inundações, sendo de forma primordial que esses riscos sejam abordados e discutidos na revisão do Plano Diretor.

Palavras-chave


Risco; Ambiente Urbano; Cidade.

Texto completo:

PDF

Referências


AGRA, M. O. C. Um olhar sobre o processo de urbanização brasileiro no contexto da exclusão socioespacial. Revista Dat@venia. Rio Grande do Sul, v 8, nº 3, p 147-160, 2016.

ALMEIDA, L. Q.; PASCOALINO, A. Gestão de risco, desenvolvimento e (meio) ambiente no Brasil – Um estudo de caso sobre os desastres naturais de Santa Catarina. XIII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada. Viçosa, 2009.

BATEIRA, C. et al. A cidade que queremos. Brasília: Ministério das Cidades, 2006.

BLOG ASSÚTODODIA. Registros de Inundações em Assú, 2009. Disponível em: https://assutododiablogspot.com/. Acesso em: 20 de abril de 2019.

_________. Alagamento no Centro da Cidade de Assú, 2019. Disponível em: https://assutododiablogspot.com/. Acesso em: 20 de abril de 2019.

BLOG DO CAMPELO. Inundações de Assú, 2018. Disponível em: https://blogdocampelo.com/. Acesso em: 21 de abril de 2019.

BLOG A FOLHA PATUENSE. Alagamento no Bairro São João, 2018. Disponível em: https:// http://aluisiodutra.blogspot.com. Acesso em: 21 de abril de 2019.

BRASIL. (2016 a) Todos os municípios com mais de 100 mil habitantes possuem Plano Diretor. 2016. http://www.portalfederativo.gov.br/noticias/destaques/todos-os-municipios-com-mais-de-100-mil-habitantes-possuem-plano-diretor. Acesso em 11/12/2018.

BRASIL. (2001 b) Estatuto da Cidade. Lei n. 10.257, de 10 de junho de 2001. Guia de implantação pelos municípios e cidadãos. Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2001.

BRITO, A. L. Saneamento Ambiental IV nos Planos Diretores Municipais. In: SANTOS JUNIOR, O. A. dos; MONTANDON, D. T. (Orgs.). Os Planos Diretores Municipais Pós-Estatuto da Cidade: balanço crítico e perspectivas. Rio de Janeiro: Letra Capital; Observatório das Metrópoles - IPPUR/URFJ, 2011.

CPRM - Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais. Ação emergencial para delimitação de áreas em alto e muito alto risco a enchentes, inundações e movimentos de massa: Assú, RN. Ministério de Minas e Energia, Brasília/DF, 2013.

FANPAGE AÇÚ ONTEM ASSÚ HOJE. Inundações de Assú, 2018. Disponível em: https://pt-br.facebook.com/157771781082525/photos/a.157774157748954/304656709727364/?type=3&theater. Acesso em: 15 de abril de 2019.

FARIAS, A. S. Inundações urbanas em Francisco Beltrão/PR: riscos e vulnerabilidades socioambientais (Curitiba/PR). Tese (Meio Ambiente e Desenvolvimento). 2019. 273 f. Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2019.

FERREIRA, C.J.; ROSSINIPENTEADO, D.; GUEDES, A.C.M. O uso de sistemas de informações geográficas na análise e mapeamento de risco a eventos geodinâmicos. In: LOMBARDO, M.A. & FREITAS, M.I.C (org.): Riscos e Vulnerabilidades: Teoria e prática no contexto Luso-brasileiro. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2013. p. 155188. Disponível em: < http://hdl.handle.net/11449/109268 >. Acesso: 05 jun. 2019.

GOOGLE. Google Earth website. http://earth.google.com/, 2019. Consulta realizada em: 18 jun. 2019.

LONDE, et al. Desastres relacionados à água no Brasil: perspectivas e recomendações. Revista Ambiente & Sociedade, v. 17, n. 4, 2014.

MARCELINO, E. V. Desastres naturais e geotecnologias: conceitos básicos. Santa Maria: CRS/INPE, 2008. 38p.

MATTOS, C. M.; ANTONIAZZI, M T. H. Gestão pública: o plano diretor e sua importância no processo de desenvolvimento sustentável municipal. Caderno Gestão Pública, v. 8, n. 5, p. 66- 81, 2016.

MEDEIROS, M.D. Eventos Hidroclimáticos Extremos e Vulnerabilidade Socioambiental a Inundações No Baixo – Açu-RN. Fortaleza, 2018. Tese (Doutorado em Geografia). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS - ONU BR 2015. Plataforma Agenda 2030 - Disponível em: Acesso em: 13 de jun. de 2020.

OLIVEIRA, J. A. P. Desafios do planejamento em políticas públicas: diferentes visões e práticas. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 1, n. 40, p.273-287, 2006.

PMSB – Plano Municipal de Saneamento Básico de Assú. Prefeitura Municipal de Assú. START – Pesquisa e Consultoria Técnica – LTDA, 2019.

PEREIRA, C. R. C. P. Índice de risco de inundação como ferramenta de planejamento urbano. 2017. 232 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola Politécnica e Escola de Química, Programa de Engenharia Ambiental, Rio de Janeiro.

PMA. Prefeitura Municipal de Assú. Lei Complementar nº 015, de 28 de dezembro de 2006. Dispõe sobre o Plano Diretor do Município de Assú e dá outras providências, 2006.

SANTOS JUNIOR, O. A.; MONTANDON, D. T. (Org.) . Os Planos Diretores Municipais Pós-Estatuto das Cidades: balanço crítico e perspectivas. 1. ed. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2011. v. 10.000. 295p.

SILVA, T. C. Mapeamento das manchas de inundação para a cidade de Matias Barbosa- MG. Trabalho Final de Curso (Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF, Juiz de Fora- MG, 2016. 69 p.

TUCCI. C. E. M. Inundações urbanas. Porto Alegre: ABRH 2007. 389 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.17271/2318847286120202431

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

ISSN Eletrônico: 2318-8472    Digital Object Identifier (DOI): 10.17271/23188472

Indexações:

                  


Metrics:

 

 Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.